Um ano depois do crime, polícia apresenta mais um suspeito de matar torcedor do Goiás

A Polícia Civil apresenta nesta terça-feira (1) mais um suspeito de matar torcedor do Goiás, em agosto de 2018, no Setor Itatiaia, em Goiânia.

O caso será apresentado pelo delegado titular da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), Rilmo Braga, apresenta, às 16h. Mais detalhes sobre o crime serão repassados em coletiva de imprensa.

Preso após mais de um ano do crime, Marcos Henrique Rodrigues Oliveira, último envolvido na briga de torcidas organizadas, é suspeito de ter envolvimento na morte de Matheus Capuzo Lourenço Martins, torcedor do Goiás, após briga de torcidas organizadas.

Investigações da morte do torcedor do Goiás

De acordo com as investigações, Matheus, torcedor do Goiás, assistia o jogo entre o Verdão e o Vila nova com amigos, em um bar, no Setor Itatiaia. Ao deixar o local, os amigos foram reconhecidos por torcedores do time rival, que perseguiram os jovens até a altura do Passeio das Águas Shopping, onde começou a agressão.

De acordo com a Polícia Civil, os torcedores do Goiás foram brutalmente agredidos, momento que Marcos Henrique atirou contra Matheus. Após ser baleado, Matheus foi colocado no carro pelo amigos para ser levado ao hospital, mas os torcedores do Vila Nova tentaram impedir, tentando tirá-lo do veículo e continuar as agressões.

Matheus foi ferido no abdômen e encaminhado para Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), onde morreu depois dias depois.

Segundo consta nos autos, os disparos efetuados atingiram o carro de uma professora que passava pelo local com a filha adolescente.

Outros suspeitos de matar torcedor do Goiás

Outros cinco jovens já haviam sido presos suspeitos de participar da agressão que matou Matheus, torcedor do Goiás.

Os jovens suspeitos de matar o torcedor do Goiás foram capturados pela polícia no dia 13 de setembro de 2018. São eles: João Luccas Amâncio Amaral, José Amâncio Pereira Neto, José Carlos Bezerra da Silva Sobrinho, Marcelo José Rosário e Marcelo Vinicius Assunção Oliveira. Após as investigações, Marcos Henrique Rodrigues Oliveira foi preso e será apresentado nesta terça-feira (1).

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.