Tragédia: aeronave que caiu com o cantor Gabriel Diniz não tinha licença de táxi aéreo

O avião que caiu com o cantor Gabriel Diniz e outras duas pessoas nesta segunda-feira (27/5) não poderia fazer voos privados ao táxi aéreo. A aeronave Piper Cherokee PT-KLO, que pertence ao Aeroclube de Alagoas, só estava autorizada a fazer  voos de treinamento ou de instrução. 

Segundo o aeroclube, um dos pilotos que estava na aeronave era amigo de Gabriel Diniz e teria oferecido uma carona ao cantor. O avião caiu no povoado chamado Porto do Mato, em Estância, no sul do estado de Sergipe. Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o avião estava em situação regular.
Também segundo a Anac, a operação irregular de táxi aéreo é uma infração ao Código Brasileiro de Aeronáutica e pode configurar crime. As causas do acidentes são apuradas pela Aeronáutica.

 

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.