Se não saírem, Paulo do Vale, Adib, Roller e cia serão expulsos do MDB, afirma Maguito

O ex-governador e ex-senador Maguito Vilela defendeu a saída do MDB dos dissidentes que endossaram a candidatura de Ronaldo Caiado (DEM) ao governo de Goiás, em detrimento do candidato próprio da legenda, Daniel Vilela. “Eles já deviam ter deixado o MDB e ido para o DEM. Agora, se não saírem, serão expulsos pela Comissão de Ética”, sublinhou.

Na eleição de 2018, prefeitos emedebistas decidiram apoiar Caiado, mesmo que seu partido contasse com um candidatura própria. Atualmente, Daniel Vilela se coloca como voz da oposição ao governador, enquanto os prefeitos de Catalão, Adib Elias, de Rio Verde, Paulo do Vale, de Goianésia, Renato de Castro, de Turvânia, Fausto Mariano e ex-prefeito de Formosa e agora secretário de Governo, Ernesto Roler, entre outros, são governistas.

Sobre o racha e as consequências da divisão interna para a legenda, Maguito nega que haja um desgaste. “Eu tenho 49 anos de MDB e vi, com a candidatura do Daniel, que o partido engrandeceu por ter feito uma campanha propositiva. Seguimos fortes e a todo vapor”, disse.

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.