São Paulo concentra mais da metade dos 12 casos suspeitos de coronavírus no país

O estado de São Paulo concentra mais da metade dos casos suspeitos de coronavírus no país, segundo balanço divulgado na tarde desta sexta-feira (31) pelo Ministério da Saúde. De acordo com a governo federal, 12 pessoas são suspeitas de ter a doença, que já matou 213 pessoas na China e infectou quase 10 mil pessoas em todo o mundo.

Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, gestão João Doria (PSDB), dos sete casos, quatro estão na capital, um de Santo André (ABC) e os outros dois na região de Campinas, em Paulínia (117 km de SP) e Americana (127 km de SP).

O número de suspeitos na capital aumentou, já que eram três casos na quinta-feira (30).

Por causa dos casos suspeitos, os organizadores do Ano Novo Chinêsneste sábado (1º) e domingo (2), no bairro da Liberdade (região central), cancelaram apresentações com crianças e idosos.

Segundo a pasta, nesta sexta foi descartado o caso de um menino de 6 anos, morador na cidade de São Paulo, já que os resultados dos exames foram positivos para influenza (gripe). A criança havia apresentado febre e tosse, com histórico de retorno da China no dia 19 de janeiro.

Entre os casos da capital, segundo a secretaria, são três adultos e uma criança. Os demais no estado são dois adultos, de Santo André e Paulínia, e uma criança de Americana. Todos têm registros de visita à China.

“Os sete casos suspeitos são estão bem, estáveis e recebendo cuidados em casa em isolamento domiciliar, ou seja, com restrição de contatos com pessoas e ambientes externos”, diz nota da gestão Doria.

“Os familiares dos pacientes considerados suspeitos estão orientados com relação às medidas necessárias para prevenção, como uso de máscaras, higienização das mãos e não compartilhamento de objetos de uso pessoal, bem como sobre os cuidados requeridos para os pacientes, que incluem hidratação e a permanência em casa, sem circulação por outros locais e evitando contato com familiares e amigos, por exemplo”, afirma o texto.



 

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.