Reajuste para os professores efetivos é aprovado em 1ª votação, na Alego

Foi aprovado em primeira votação o projeto de lei nº 4868/20. O texto tem o intuito de reajustar os valores dos vencimentos dos professores efetivos do Magistério Público Estadual da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), e alterar as Leis nº 13.909, de 25 de setembro de 2001, e nº 13.910, dessa mesma data. A autoria da matéria é da Governadoria e o placar da votação foi 26 votos a 0.

O objetivo é reajustar, “a partir de 1º de janeiro de 2020, em 12,84%, os valores dos vencimentos dos cargos de professor (P-I e P-II) do Quadro Permanente e de professor assistente (PAA, PAB, PAC e PAD, do Quadro Transitório), ambos do Magistério Público Estadual”, coloca o governador Ronaldo Caiado (DEM), na proposição encaminhada ao Legislativo goiano. O pagamento, retroativo a 2020, será pago em parcela única.

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *