Presos assaltantes que mataram motorista de aplicativo em Goiânia

Seis pessoas foram presas suspeitas de matarem um motorista de aplicativo durante um assalto. O crime ocorreu na noite deste domingo (13/10), no Setor Recreio dos Funcionários Públicos, em Goiânia. Uma menor também foi apreendia por esconder os suspeitos em sua residência após o crime.

De acordo com a Polícia Militar, a equipe começou as diligências após uma denúncia de populares, que relataram que ouviram barulhos de disparto de arma de fogo. Ao chegar no local, encontraram o corpo de, Carlos Augusto dos Santos Lopes, de 25 anos.

Durante as diligências, os agentes identificaram uma das suspeitas,  Izabela Oliveira Adelardo, de 19 anos, que confirmou ser participante do crime e apontou o local que escondeu a arma de fogo utilizada.

Porém, os policiais receberam a informação de que outros participantes estavam se deslocando para o local informado a fim de pegar a arma do crime. Entretanto, quando chegaram no local, os agentes fizeram a abordagem e efetuaram a prisão de Johnathan Gomes de Morais, de 28 anos, Clistenes Souza Freire, de 25 anos, e Ricardo Duarte da Silva, de 24 anos.

Após a prisão dos suspeitos, outro foi identificado como o autor dos disparos que vitimou o motorista do aplicativo. Ao localizar o suspeito, Carlos Duarte da Silva, de 19 anos, no Setor Fama, os agentes efetuaram a prisão, momento que confessou a autoria do crime.

Além dos cinco presos, uma menor e outro jovem, Marcos Aurélio Lopes Martins, de 19 anos, também foram conduzidos à delegacia, por abrigarem em casa um dos autores do crime.

Relembre o caso dos presos suspeitos de latrocínio contra motorista de aplicativo, em Goiânia

Durante a noite deste domingo (13), o motorista de app Carlos Augusto dos Santos Lopes, de 25 anos, foi morto a tiros durante uma corrida, em Goiânia.

Conforme a PM, ele foi morto após reagir a um assalto de um casal. A mulher teria solicitado a corrida e viajou junto com um comparsa. Os dois saíram de um Shopping na Avenida Perimetral Norte e tinham como destino o Setor Recreio dos Funcionários Públicos.

Os presos informaram que receberam ordens de um detento e a ação seria somente roubo, mas como reagiu, o homem foi alvejado.

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.