Polícia Civil indicia ginecologista por crimes sexuais contra 22 vítimas em Anápolis

A Polícia Civil de Goiás (PC-GO), por meio da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Anápolis, indiciou o ginecologista Nicodemos Júnior Estanislau Morais, de 41 anos, por estupro de vulnerável e violação sexual mediante fraude contra 22 vítimas. A conclusão do inquérito foi realizada na última sexta-feira (15).

De acordo com a PC-GO, o médico também foi indiciado pelo delito de assédio sexual em desfavor de nove vítimas. O inquérito é referente aos crimes ocorridos em uma clínica em Anápolis, onde o médico realizava atendimento.

Uma força-tarefa, que contou com trabalho de psicólogos e profissionais de saúde, foi organizada pela PC-GO com diversas diligências empreendidas. Mais de 50 vítimas foram ouvidas, bem como testemunhas e demais documentos probatórios, de acordo com a polícia.

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.