Operacão Icarus: Polícia Civil prende seis suspeitos de tráfico internacional de drogas em Goiânia

A Polícia Civil apresentou nesta sexta-feira (9/8) o resultado da Operacão Icarus. A investigação, que durou seis meses, desarticulou uma quadrilha especializada no tráfico internacional de drogas que atuava em Goiás e outros Estados. Seis suspeitos foram presos em Goiânia, Santana do Parnaíba (SP) e São Félix do Xingu (PA).
O caso foi apurado pela Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic). Segundo informações, a investigação começou após o desaparecimento de um piloto, em 12 de dezembro do ano passado. Durante as buscas, a polícia descobriu que ele fazia parte de uma grande organização criminosa voltada ao tráfico de drogas. Há indícios de que o piloto tenha caído em um lago na Bolívia após colidir com um fio de alta tensão, embora o avião e o corpo nunca tenham sido encontrados.
Durante a operação, foram apreendidos dois jatos utilizados pela organização e de propriedade dos chefes da organização (jatos Dassault Falcon e Cessna Citation), além de um helicóptero (Eurocopter EC 130). Uma das aeronaves foi apreendida em Sorocaba, interior paulista, já o outro jato e o helicóptero foram apreendidos em Goiânia.
A Deic também apreendeu 11 veículos, R$ 571 mil, dentre os quais 77 mil dólares, além de um jetski, oito relógios Rolex e cinco Hublot.
Como atuavam – Os criminosos cooptavam pilotos de aeronaves para realizarem voos com o propósito de buscar drogas em países vizinhos, principalmente Bolívia, Colômbia e Peru. Segundo a polícia, os voos são arriscados, já que as aeronaves modificadas para o aumento de autonomia, reabastecidas durante o voo através de galões de combustível, voando extremamente baixo para fugir do controle aéreo e com equipamentos de localização, como transponder, desligados.
O material ilícito era trazido via Pará com destino a Goiás, na chamada “rota caipira” do tráfico de drogas. No Brasil, a droga era armazenada e preparada para ser exportada para países da Europa, principalmente França, Holanda, Alemanha e Bélgica.
A operação foi batizada com o nome Icarus em referência a um personagem da mitologia grega. Icarus é um deus que voou muito próximo do sol e acabou morrendo porque suas asas eram de cera e derreteram.

 

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.