Lissauer repudia conduta da Enel e sai em defesa dos produtores rurais

O presidente da Assembleia Legislativa , Lissauer Vieira (PSB), repudiou nesta quarta-feira (8) a conduta da Enel — empresa responsável pela distribuição de energia no Estado — que tem notificado e “aterrorizado” produtores irrigantes de Goiás.

Lissauer disse que Enel está notificando os produtores rurais de todo Estado com ameaça de cortar o benefício referente a Tarifa Verde sob argumento de que os produtores não estão enquadrados na outorga da Secretaria de Meio Ambiente.

Para Lissauer, nenhum produtor seria “ousado” ou “inconsequente” de trabalhar sem a devida outorga. “Se a Secretaria de Meio Ambiente não tem estrutura física ou pessoas suficientes para analisar os processos dentro do prazo necessário, o produtor não pode ser penalizado por isso”, destacou. O deputado assegurou, em seguida, que todos os produtores já protocolaram suas solicitações de renovação da outorga, porém, “pela falta de estrutura da secretaria e de analistas técnicos” os pedidos não foram analisados em tempo.

O presidente também lembrou que foi implantada na Casa a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Enel. “Essa empresa não presta um serviço de qualidade à população do Estado de Goiás. Na verdade, ela tem prestado um desserviço ao povo goiano. E agora quer atrapalhar o desenvolvimento do Estado e aterrorizar os nossos produtores. Esses trabalhadores têm feito a economia girar, até mesmo para ajudar o Estado a sair dessa crise sem precedentes e de números negativos”, lembrou o parlamentar.

Por fim, Lissauer garantiu que a Assembleia Legislativa jamais aceitará que a empresa atrapalhe os produtores. E disparou em seguida: “Já cobrei da secretária de Meio Ambiente uma solução imediata”. Segundo o deputado, a Secretaria de Meio Ambiente conta hoje com um total de 50 mil processos de liberação de outorga e outros assuntos “represados por conta da falta de pessoal”. “Sei da intenção da secretária, mas não vamos nos calar”, finalizou.

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.