Lissauer quer garantir independência e valorizar deputados no novo mandato à frente da Alego

Os deputados da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) estão prestes a apreciarem – em segunda discussão e votação – a convocação de novas eleições para a mesa diretora da 19ª legislatura da Casa. Em caso de aprovação da matéria, o atual presidente do Poder, Lissauer Vieira (PSB), já colocou seu nome à disposição na disputa pela reeleição. Nos bastidores não restam dúvidas de que Vieira é o favorito e deve ser, de fato, reeleito.

Antecipação

Segundo Lissauer, tudo tem sido feito com muita calma e diálogo. “O Legislativo, ao longo dos últimos nove meses, passou por muitos avanços”. O presidente disse ter pontuado isso aos demais parlamentares durante reunião realizada na última semana. “Por consenso e unanimidade os deputados resolveram antecipar a eleição e agora vamos, se aprovado, colocar o nosso nome a disposição mais uma vez”, declarou.

Horizonte

Lissauer garante que, se eleito for, continuará lutando pela independência do Poder Legislativo, bem como “buscando os avanços a Casa precisa”. “A independência que pregamos [na disputa pela presidência no início da legislatura] nós conseguimos conquistar neste curto período de 9 meses. Isso nos deu credibilidade e despertou nos deputados o desejo de seguirmos [assim] por mais quatro anos”.

Para ele, o compromisso será garantir a manutenção da independência e valorizar cada vez mais os parlamentares da Casa. “Teremos sempre um diálogo transparente e harmonioso com os Poderes, mas ao mesmo tempo mostraremos a força que o Legislativo tem”, frisou.

Endosso

O presidente também disse ter conversado com o governador Ronaldo Caiado (DEM) sobre o assunto. “Foi uma conversa muito cristalina. O governador concordou com as opiniões [dos deputados]. A pacificação entre o Poder Legislativo e Executivo, dentro da independência que temos e não abrimos mão, será feita sempre com tranquilidade e harmonia”.

Lissauer garantiu ainda que o governador é favorável à reeleição da mesa. “E deixou claro que fará o que puder para ajudar. Foi uma conversa franca e aberta”.

Feito histórico

Para o presidente da Casa, o aval coletivo é satisfatório. “Sei da responsabilidade em conduzir o processo do Poder Legislativo por quatro anos, caso seja reeleito. Isso é histórico. Fico feliz em contar com o apoio e a credibilidade dos meus colegas”, pontuou.

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.