Itumbiara: motorista cria perfis falsos e anuncia ex-namorada como garota de programa

Um motorista foi preso nesta segunda-feira (29/7), em Itumbiara, na região Sul de Goiás, suspeito de criar perfis falsos em redes sociais e divulgar a ex-namorada como garota de programa. As investigações apontam que Everton Custódio da Silva, por não aceitar o fim do relacionamento, teria criado mais de fez perfis com informações falsas sobre a ex-companheira, que está grávida, além de enviar mensagens de ameaça a ela e a família.

De acordo com o delegado Vinícius Costa Penna, responsável pelo caso, Everton nega todas as acusações. “Ele nega, mas não explica como essas práticas criminosas ocorriam de dentro da casa dele”, explicou o investigador ao Dia Online. Durante as investigações, que tiveram início em fevereiro deste ano, foram apreendidos um computador e um celular que podem ter sido usados para criar os perfis falsos.

Nesta segunda-feira (29/7), foi cumprido o mandado de prisão preventiva contra Everton, que continuará no presídio da cidade por tempo indeterminado. Ele deve responder por falsidade ideológica, por ter usado os dados pessoais da ex-namorada de forma indevida, por ameaça, difamação e injúria.

Segundo relato da gerente escolar Lorraine Mendes Fernandes, ex-namorada de Everton e que está grávida dele, tudo começou em dezembro de 2018, quando o relacionamento deles chegou ao fim. Ela relata que nos perfis falsos Everton a identificou como uma garota de programa, que cobrava cerca de R$ 80 pelos serviços. Como ele também divulgou o endereço dela, era constante a visita de interessados no anúncio. Lorraine precisou se mudar de casa.

A gerente escolar contou que tem sido difícil passar por essa situação. “Eu quero justiça, porque o que eu passei com minha mãe e todos ao meu redor não foi fácil. Desde que eu engravidei estou passando por isso. Acho que vim na delegacia uns seis meses em seguida”.

 

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.