Gustavo enfatiza que investirá ainda mais em tecnologia e modernização do serviço público

A Pandemia do novo Coronavírus pegou a todos de surpresa e com as ações para evitar aglomeração de pessoas, a comunicação pela internet ganhou um novo destaque em todo o mundo, se tornando fundamental ter uma rede de qualidade. Com isso, investir em tecnologia e redes de fibra ótica são essenciais. Parte deste investimento cabe ao poder público, como destacou o prefeito de Aparecida de Goiânia e candidato a reeleição, Gustavo Mendanha (MDB), em reunião com candidatos a vereador do Partido Trabalhista Cristão (PTC) realizada na noite desta terça-feira, 06, que teve como objetivo explicar como melhor utilizar a internet.

“Estamos tendo uma eleição atípica neste ano por conta da Pandemia. E a Internet é nossa grande aliada neste momento para mostrar nosso legado e apresentar as propostas da nossa chapa para continuar melhorando Aparecida nos próximos quatro anos. E o desafio não é só com as eleições. Temos que investir mais em Tecnologia para que nossos alunos tenham acesso a rede para estudo a distância, para as aulas de robótica nas escolas e também para o lazer de nossa população”, declarou o candidato.

Gustavo destacou ainda o avanço do Projeto Cidade Inteligente. “Nós investimos muito nos últimos quatro anos para melhorar a rede tecnológica de Aparecida e queremos ampliar ainda mais os investimentos nesta área. Colocamos em prática o projeto Cidade Inteligente do qual faz parte o Cidade Digital. Com ele em prática, já instalamos 700 km de fibra ótica para levar a rede de internet para toda a cidade e estamos instalando 650 câmeras de videomonitoramento. Meu objetivo é, com o Polo Tecnológico, atrair startups para nossa cidade e promover mais ações tecnológicas para gerar empregos e renda”, sublinhou o gestor que participou da reunião de forma virtual.

Para integrar as linhas de fibra ótica e as câmeras, foi criado o Centro de Inteligência Tecnológica (CIT) que conta com duas salas de videomonitoramento cada uma com 30 estações de trabalho, onde servidores das forças de segurança monitoram as imagens das 650 câmeras, um data center, com capacidade de armazenamento de 7.600 terabytes, chamado de cérebro da gestão, ele possui alta capacidade de processamento e armazenamento de dados. O investimento é de R$ 55 milhões.

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *