Governo atinge marca de mil quilômetros de rodovias recuperadas em Goiás

O Governo de Goiás ultrapassou a marca de mil quilômetros de rodovias recuperadas em apenas sete meses, com investimentos de mais de R$ 220,8 milhões. As obras executadas pela Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), no período de janeiro a julho de 2021, elevam a vida útil de toda a malha viária, promovem o desenvolvimento regional e, principalmente, garantem mais segurança aos condutores e qualidade de vida à população em todo canto do Estado.

Foram exatos 1.376 quilômetros de vias com intervenções desse tipo, dentro do programa Goiás em Movimento – Eixo Manutenção. “Esse é meu objetivo: fazer com que o cidadão sinta a presença do Estado nos 246 municípios, com obras que transformam a vida das pessoas”, ressalta o governador Ronaldo Caiado. 

“É a primeira vez que executamos um volume tão grande de obras em tão pouco tempo na área da manutenção. Mapeamos os trechos mais dramáticos, que tinham mais reclamações e partimos para um programa ousado de recuperação”, ressalta o presidente da Goinfra, Pedro Sales. “É um número emblemático, que foi alcançado com qualidade na execução dos serviços e transparência na gestão dos recursos públicos.”

Sob a gestão do governador Ronaldo Caiado, a Goinfra recuperou o controle sobre a malha viária estadual, um patrimônio público importante sob o ponto de vista financeiro e ainda propulsor do desenvolvimento social e econômico das regiões do Estado. “Estamos imbricados, relacionados, a todas as pastas do governo. A infraestrutura tem papel central no turismo, no escoamento da produção, na qualidade de vida das pessoas”, enfatiza Sales.

“Eliminamos pontos críticos e gargalos produtivos, chegamos a regiões que estavam excluídas, pessoas que estavam esquecidas”, diz o presidente. Ele cita a experiência com vistorias a frentes de serviços em municípios como Mara Rosa, Amaralina e Bonópolis, no Norte goiano. 

Recuperação
Dentre as técnicas de engenharia aplicadas pela Diretoria de Manutenção da Goinfra para a recuperação das rodovias goianas estão fresagem (que é a retirada da parte danificada), com aplicação de nova capa asfáltica em concreto usinado a quente (CBUQ) ou tratamento superficial duplo (TSD), e a realização de microrrevestimento. A definição depende das vistorias técnicas realizadas por fiscais da agência, que são engenheiros especializados em pavimento, e que determinam qual a melhor solução para cada trecho.

Toda rodovia recuperada recebe também frentes de serviços do Goiás Movimento – Eixo Sinalização. Após cerca de 15 dias do final do processo de recapeamento, a equipe promove sinalização vertical e horizontal das vias, inclusive, com a implantação de tachas refletivas.

Frentes de serviço
Dentro desses mais de mil quilômetros de vias recuperadas, há obras na Região Metropolitana de Goiânia, no Entorno do Distrito Federal e em todas as demais regiões do Estado, sem exceção. Foram executadas rotas turísticas, como a GO-338 (Pirenópolis a Posse D’Abadia), GO-213 (trevo de Caldas Novas ao trevo de Rio Quente), GO-507 (da GO-213 até o Rio Quente), GO-510 (da GO-507 até Cabanas do Rio Quente), entre outros.

No Entorno do Distrito Federal, uma região historicamente negligenciada, o Governo de Goiás também está presente. A Goinfra executa a recuperação de quase 80 quilômetros de rodovias em perímetros urbanos de nove cidades do Entorno – Formosa (GO-116 e GO-330), Padre Bernardo (GO-230), Novo Gama (GO-520), Planaltina de Goiás (GO-430), Cidade Ocidental (GO-521), Santo Antônio do Descoberto (GO-225), Água Fria (GO-517), Águas Lindas de Goiás (Ligal Norte e GO-547) e Mimoso (GO-230). São investimentos de aproximadamente R$ 18,4 milhões no local, que ainda conta com frentes de serviços trabalhando.

Fortalecer rotas de escoamento da produção e abrir novos caminhos é outro objetivo do Goiás em Movimento – Eixo Manutenção. A Goinfra transformou o pavimento da GO-422 (Aparecida do Rio Doce a Rio Verde), da GO-334 (Carmo do Rio Verde a Rubiataba), da GO-164 (Quirinópolis a Paranaiguara), da GO-320 (Edéia a Indiara), entre outras vias fundamentais de ligação com rodovias estratégicas, como as BRs.

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.