Goiás está fora da zona de alerta de ocupação de leitos de UTI para covid

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulgou, na quinta-feira (7), que o estado de Goiás está na fora da zona de alerta em relação à ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) para tratamento de pacientes com covid-19. Os dados foram coletados pela fundação no dia 4 de outubro e sugerem “estabilidade relativa” em quase todo o país, conforme a entidade.

Ao todo, 25 unidades federativas estão na mesma situação, pois possuem taxas de ocupação para casos de covid inferiores a 50% da capacidade total dos leitos. Apesar da boa notícia, a Fiocruz esclareceu que Goiás teve aumentos nas taxas, mas não necessariamente pela redução do número total de leitos disponíveis.

Goiânia tem taxa de ocupação inferior (42%) à registrada no Estado de Goiás (49%). De acordo com matéria publicada no Jornal A Redação, os pesquisadores explicaram que “a tendência de estabilidade, mesmo considerando as oscilações verificadas nas últimas semanas epidemiológicas, demonstra que a campanha de vacinação está atingindo um dos seus principais objetivos: a redução do impacto da doença, produzindo menos óbitos e casos graves, no entanto, sem o bloqueio da transmissão do vírus”.

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.