Enfrentando crise, Facebook muda nome para Meta

Em meio à crise do Facebook Papers, o Facebook mudou de nome. Agora, se chama Meta e se autodenomina como “uma empresa de tecnologia social”. A rede social continuará com o mesmo nome — o rebranding serve para a empresa, que além do Facebook também controla o Instagram, o WhatsApp e a Oculus. A novidade foi anunciada por Mark Zuckerberg nesta quinta-feira (28) durante o evento Facebook Connect, que discute realidade aumentada e virtual dentro da empresa.

O nome é uma alusão ao metaverso, um esforço da empresa em combinar realidade aumentada e virtual.

“Tenho pensado muito sobre nossa identidade e como começaremos esse novo capítulo. O Facebook é um dos produtos mais usados da história no mundo”, disse Zuckerberg. “Hoje, somos vistos como uma empresa de redes sociais. Mas em nosso DNA somos uma empresa que cria tecnologia para conectar pessoas. E o metaverso é a próxima fronteira, tal como as redes sociais eram quando começamos”, completou o CEO.

“Eu sei que algumas pessoas acreditarão que essa não é a hora de focar no futuro, e quero reconhecer que há questões importantes para serem trabalhadas no presente. Sempre haverá”, disse Zuckerberg no evento. “Por isso, para muitas pessoas não sei se haverá um bom momento para focar no futuro. Mas também sei que há muitos de vocês que sentem o mesmo que eu”, declarou.

Além da mudança de nome, Zuckerberg apresentou uma série de conceitos do metaverso, incluindo recursos sociais, de jogos e para ambiente de trabalho

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.