Empresário e piloto de avião acusado de matar jogador de pôquer é preso em Posse

O suspeito de matar o jogador de poker Saulo Pereira da Silva, de 26 anos, foi preso nesta terça-feira (12) em Posse, a 513 km de Goiânia.

Saulo foi morto no dia 19 de outubro no Parque Acalanto, Goiânia. Ridaj Souza Dias, de 33 anos, confessou o crime e foi transferido para a capital.

Ele é empresário, piloto de avião e teria se desentendido com Saulo por que ele teria flertado com uma mulher que acompanhava o suspeito, segundo a Polícia Civil (PC).

Saulo foi morto um tiro na cabeça após um torneio de pôquer realizado na capital. Ele teria vindo para Goiânia dez dias antes do crime, apenas para participar do campeonato, onde conheceu Ridaj.

O corpo da vítima, natural de Redenção, no Pará, foi encontrado dentro de um carro no Parque Acalanto. A arma de fogo utilizada no crime foi apreendida pela Polícia.

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.