Em Anápolis, Caiado participa da assinatura de contrato para concessão das BRs-153, 080 e 414

O governador Ronaldo Caiado participou, nesta sexta-feira (1º/10), da assinatura do contrato para a concessão de três rodovias federais que cortam o Estado, as BRs-153, 080 e 414. Os trechos vão ficar sob responsabilidade do Consórcio Eco153, formado pela EcoRodovias e GLP, pelos próximos 35 anos. “Goiás se transforma no maior centro logístico do País”, disse ele.

O evento, na BR-153, em Anápolis, contou com a presença do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas e, via videoconferência, do presidente da República, Jair Bolsonaro. A previsão de investimentos chega a R$ 14 bilhões nos três sistemas viários leiloados, que têm 850 quilômetros, dos quais 672 serão duplicados.

Serão aplicados R$ 7,8 bilhões em obras, como duplicação e construção de vias marginais, e mais R$ 6,2 bilhões destinados a custos operacionais. “Esse contrato vem atender uma demanda, não só de Goiás, mas do País que transita por essa rodovia”, afirmou Caiado. “Com inteligência e capacidade, ministro Tarcísio acha soluções para problemas que eram tidos como intransponíveis. Tenho certeza que vocês estão devolvendo o Brasil aos brasileiros, assim como estamos devolvendo Goiás aos goianos”, acrescentou.

A estimativa é que sejam gerados 120 mil novos empregos diretos e indiretos. Caiado também destacou a importância econômica da via. “As mudanças serão substanciais num curto espaço de tempo”. Por sua vez, o ministro Tarcísio afirmou que a “infraestrutura de Goiás e Tocantins está sendo revolucionada”.

“Essa é uma determinação do presidente Jair Bolsonaro: interiorizar a logística, que vai fazer a diferença, com cada vez mais investimentos”, salientou o ministro durante interação com o presidente, por meio de videoconferência. “São eventos históricos. Nada mal para uma semana de mil dias, em que o senhor fez entregas importantes para o Brasil”, disse. “Goiás é o Estado que nós mais temos visitado”, comentou Bolsonaro.

As rodovias concedidas ligam o Meio-Norte e o Centro-Sul do país e atravessam 38 municípios nos estados de Tocantins e Goiás. Na BR-153, o trecho vai de Anápolis à Aliança do Tocantins (TO) e abrange 624,1 quilômetros. Na BR-080, a concessão envolve percurso de 87 quilômetros, entre Uruaçu e Assunção de Goiás. Já na BR-414, são 139,6 quilômetros entre Assunção de Goiás e Anápolis. “O povo tocantinense, goiano, a nossa comunidade e o Brasil, que passa por aqui, vai agradecer a todos aqueles que estão fazendo parte desse desenvolvimento, desse progresso”, destacou o governador do Tocantins, Mauro Carlesse.

O prefeito anfitrião, Roberto Naves, destacou a responsabilidade, de Bolsonaro, Tarcísio e Caiado, com Anápolis e com Goiás. “Essa parceria possibilita trazer ótimas notícias para nossa cidade”, pontuou.

“Essa rodovia levou desenvolvimento para o Norte e hoje é importantíssimo vê-la melhorada, duplicada. Só assim vamos ver o quanto nossa região tem potencial para levar o crescimento a todos os cantos do País”, salientou Vanuza Valadares, prefeita de Porangatu.

O deputado federal Major Vitor Hugo destacou que Anápolis é o núcleo da estrutura logística do País, e Goiás se vale disso. “Essa rodovia vai ajudar a integrar ainda mais o coração do Brasil”, afirmou.

“Caiado é o governador que tirou o Estado de Goiás, da corrupção e o colocou no trilho de uma nova infraestrutura”, pontuou José Nelto. “O presidente Jair Bolsonaro põe o ‘camisa dez’ para cuidar da infraestrutura do Brasil. Quantas vidas, ministro, o senhor vai salvar? Só aí já vale todo investimento”, sublinhou o senador Luiz do Carmo.

Melhorias
Os investimentos previstos no contrato de concessão envolvem mais de 600 quilômetros de duplicações, 90 km de vias marginais, 28 km de faixas adicionais e contorno previsto na cidade de Corumbá. Serão construídas 19 passarelas, 30 dispositivos de interconexão e seis passagens inferiores. A iluminação das travessias urbanas e vias marginais também está entre as melhorias que conferem maior segurança para os usuários.

“Cada projeto do Ministério de Infraestrutura é um filho que nasce”, afirmou o secretário nacional de Transportes Terrestres, Marcello da Costa. “A população verá seu crescimento e será impactada positivamente pelo dia a dia da obra, pela quantidade de investimentos que nós vamos trazer e pela infraestrutura de padrão internacional que será apresentada e incorporada para vocês, ao longo desses 30, 35 anos de concessão”, destacou. “Esse contrato nasce forte, com resiliência, voltado à execução de serviços e entrega dos investimentos”, assegurou o diretor-geral substituto da ANTT, Fábio Carvalho.

A nova concessionária deverá ainda recuperar todo o pavimento dos trechos e oferecer serviços de atendimento médico e mecânico aos usuários, a partir de 19 bases operacionais que serão implantadas, além de prover monitoramento e gerenciamento de tráfego. Há ainda previsão de construir dois pontos de paradas e descanso para maior segurança dos caminhoneiros e implantação de rede de wi-fi ao longo das rodovias para a comunicação entre os usuários e o serviço de atendimento da concessionária, conferindo maior segurança viária.

“O grupo Ecovia começou há mais de 20 anos a contribuir para o crescimento sustentável do País. A Ecovias do Araguaia é a concessão número 11 do nosso grupo e estamos muito felizes em trazer toda esta melhoria e eficiência para essa região”, afirmou o diretor executivo, Nicolò Caffo. “Já estamos com um time de especialistas pronto para atuar e cumprir nossa missão: contribuir com a segurança e infraestrutura viária e para o desenvolvimento regional”, salientou Alberto Lodi, diretor presidente. “A gente vai fazer uma transformação que vai trazer muito progresso, emprego e, principalmente, muita segurança aos usuários”, afirmou Carlos Eduardo Xisto, diretor superintendente.

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.