Denúncia no metaverso do Facebook: usuária diz que teve o avatar ‘apalpado’

Surgiram as primeiras denúncias de assédio sexual no metaverso, a realidade virtual criada pelo Facebook e seu fundador, Mark Zuckerberg. Uma usuária disse que teve o seu avatar “apalpado”. O episódio aconteceu durante testes nos Estados Unidos e no Canadá.

O metaverso é um ambiente digital que mescla os mundos físico e virtual, onde as pessoas interagem por meio de avatares.

O incidente ocorreu no Plaza, o principal ambiente público da plataforma Horizon Worlds, no dia 26 de novembro. A vítima escreveu que “assédio sexual não é brincadeira na internet normal, mas estar em realidade virtual adiciona toda uma nova camada que faz o evento ficar ainda mais intenso”.

A voluntária, que não teve o nome divulgado, relatou que outras pessoas presentes no momento “apoiaram o comportamento” e não prestaram ajuda, o que a deixou ainda mais desconfortável.

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.