Com apenas um caso confirmado, prefeitura de Aparecida atribui a ações emergenciais combate ao avanço do vírus na cidade

Em apenas 15 dias, Aparecida se adiantou e implementou dezenas de medidas para proteger a população do contágio do novo coronavírus, que já tem 14,1 mil casos registrados no Brasil. No contraponto, o boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) registra um infectado na cidade e 22 casos suspeitos em análise, até a tarde desta quarta-feira, 08. Pelo boletim, outras 70 pessoas tiveram a suspeita de Covid-19 descartada, denotando sucesso da cidade no controle da epidemia.

Depois que o Governo de Goiás confirmou, no dia 12 de março, os três primeiros casos do novo coronavírus no estado, Aparecida levou menos de uma semana para se armar com um plano robusto de combate à Covid-19. No dia 16 de março, já estava criado, por exemplo, o Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento ao novo Coronavírus em Aparecida.

O coletivo passou a atuar na força-tarefa com representantes da Prefeitura de Aparecida, Câmara Municipal, MP-GO, Aciag, Fecomércio, Fieg, Tribunal de Contas do Município, Ordem dos Advogados do Brasil, Hospital São Silvestre, Hospital Santa Mônica, Conselho das Associações de Moradores de Aparecida de Goiânia e líderes do segmento religioso.

Quando Aparecida registrou esse único caso de Covid-19, no dia 18 de março, o então prefeito em exercício, Veter Martins, já havia baixado, naquela mesma quarta-feira, um decreto para determinar o fechamento imediato do comércio, nas atividades consideradas não essenciais. Ficaram abertos apenas os estabelecimentos vinculados à saúde, abastecimento e segurança.Aparecid

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.