Caiado entrega cartões alimentação em Goiânia e autoriza reforma de escola

O governador Ronaldo Caiado entregou cartões alimentação a estudantes do Colégio Estadual Verany Machado de Oliveira, localizado no Jardim Primavera, em Goiânia, nesta segunda-feira (14). No evento, também foi assinada ordem de serviço para reforma do Colégio Jardim do Cerrado VII, no valor de R$ 329.008,93. As duas unidades escolares ficam na Região Noroeste da capital.

Com crédito de R$ 30, por aluno, para a compra de itens alimentícios, o cartão alimentação substitui os kits de alimentação, que foram entregues mensalmente pelas escolas estaduais desde o segundo semestre do ano passado. Ao todo, o investimento é de R$ 48 milhões, oriundos do Tesouro Estadual, para atender todos os 530 mil estudantes goianos durante os meses de abril, maio e junho.

“Queremos que o dinheiro chegue ao cidadão. Queríamos disponibilizar mais. Porém, avançamos aos poucos. Todo centavo, nossa secretária [de Educação] distribui, transfere para cada diretor, cada conselho. A responsabilidade de receber o dinheiro, prestar contas e fazer a mudança na escola é deles”, destacou Caiado. “Muito mais virá para colocar essa escola em condições dignas para todos os alunos, professoras e professores, que aqui dedicam grande parte da sua vida”, assegurou.

O governador reforçou que o investimento em educação é uma de suas maiores prioridades, mas que encontrou empecilhos, principalmente no início da gestão, para implantar os benefícios necessários. Entretanto, superou as dificuldades e apresenta os avanços já convalidados pela comunidade escolar. “Quando o dinheiro é aplicado corretamente, olha a transformação na vida das pessoas. Veja o quanto se é capaz de fazer, mesmo diante das dificuldades em que recebemos o Estado”, frisou. “Toda criança que estudar, pode ter a certeza que seu futuro estará garantido”, disse Caiado.

Autonomia

Leila Alves, Maicon Silva e Regina Silva, pais de estudantes da unidade, receberam os cartões das mãos do governador. O objetivo da iniciativa é proporcionar mais autonomia às famílias na aquisição dos alimentos. A compra pode ser realizada em qualquer mercado ou estabelecimento credenciado à bandeira Alelo, exclusivamente para compra de gêneros alimentícios. Além dos 983 alunos do colégio, todos os estudantes da rede pública estadual de ensino, incluindo os 71 mil matriculados na capital, vão ser contemplados.

“Caiado tem olhado para a educação com visão futurista e inovadora”, ressaltou a titular da Seduc, Fátima Gavioli. A auxiliar observou que o governo trabalha fortemente onde existem vulnerabilidade e necessidade social, por entender que conhecimento promove a mobilidade social. “Muda a vida de uma criança; essa criança muda a vida de sua família e do lugar onde ela vive”, ponderou.

Representante do prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, o secretário municipal de Educação, Wellington de Bessa Oliveira, reforçou este pensamento. “O senhor traz, governador, não apenas a boa notícia de equipamentos e de reforma de escola, mas a esperança e o instrumento de mudança da vida destas crianças”, disse. “Conte com o prefeito para caminharmos juntos, tendo a educação como principal vetor de transformação social”, argumentou.

Cartão alimentação

O cartão alimentação, cadastrado no CPF do responsável pelo aluno, já está com o crédito de R$ 30 para cada filho ou tutelado matriculado na rede estadual de ensino. Ou seja, o pai ou mãe que possui dois filhos matriculados em escola estadual receberá R$ 60. Não há prazo para utilização do crédito, que pode ser acumulado ao longo dos meses sem nenhum prejuízo ao estudante.

O benefício começou a ser distribuído pelo Governo de Goiás no final de maio e já foi entregue em Aparecida de Goiânia, Ceres, Minaçu, Itapuranga, Alto Paraíso, Campos Belos, Águas Lindas e outros municípios. Cada unidade escolar deverá entrar em contato com os pais e/ou responsáveis para informar a data e o horário da retirada dos cartões em sua unidade.

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.