Belo exemplo: professora aposentada alfabetiza idosos em Aparecida

A  professora aposentada Maria das Graças Peregrino Silva montou em Aparecida de Goiânia uma escola comunitária gratuita para alfabetizar idosos.

Ela não se lembra ao certo por quanto tempo deu aula. Mas garante que foram mais de 20 anos só como concursada do Estado. E diz ter se aposentado em 2015. Hoje, aos 64, a professora conta como é gratificante ensinar os idosos. “É uma terapia. Me faz ficar de pé porque eles enfrentam tantas dificuldades maiores que a minha”, elabora.

Maria das Graças sempre atuou na alfabetização, do primeiro ao quinto ano. Ainda antes de se aposentar, em 2014, ela participou do AJA (Programa de Alfabetização de Jovens e Adultos). Porém, depois de deixar o projeto, deu início, com o apoio de igrejas evangélicas, ao próprio modelo. Ela montou uma salinha no Parque Trindade 2, em Aparecida de Goiânia, setor onde vive. E resolveu ensinar as pessoas idosas.

A salinha passou por reformas, por meio de ajudas e, até mesmos, de eventos promovidos por ela como as galinhadas para arrecadar fundos. As turmas, geralmente, têm de dez a 15 alunos. “A maioria mulheres”, pontua a professora.

As aulas acontecem durante o período da tarde com duração de 1h ou 2h. “Às vezes vou até à casa de alguns alunos, quando não conseguem andar.”

Segundo ela, são pessoas sofridas, com dificuldades, por isso é preciso incentivar as alunas. “Aí uma anima a outra, porque elas têm vontade. Infelizmente, não tiveram oportunidade”, reflete.

As dificuldades são, principalmente, financeiras. “Xerocamos os trabalhos, as ‘tarefinhas’. Temos que colocar o material em letras grandes, pois muitos não enxergam bem.” Apesar disso, a aposentada declara que, no próximo ano, as coisas devem melhorar, pois a igreja que ela frequenta (Templo na Glória de Deus) vai ajudar.

 

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.