Ao lado de ministro, Caiado projeta investimento de R$ 60 bilhões com Centro de Tecnologia Ferroviária, em Anápolis

O governador Ronaldo Caiado e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, assinaram, nesta quinta-feira (15/07), o Memorando de Entendimento (MoU) para a implantação do Centro de Excelência em Tecnologia Ferroviária (CETF), em Anápolis. Projetada para ser o maior complexo tecnológico e de inovação deste modal na América Latina, a estrutura deve receber investimentos superiores a R$ 60 bilhões em 10 anos.

“É a grande virada que vai ocorrer em Anápolis”, projetou Caiado. A expectativa é de que sejam criadas, em território goiano, soluções para a eficiência do transporte sobre trilhos de todo o país. “Talvez as pessoas não tenham noção da importância, do quanto isso será emblemático para o Estado e para o município. É um dos melhores prognósticos, porque seremos referência”, explicou Caiado. A consequência, arrematou, é a geração de empregos, formação qualificada e atração de investimentos.

“Vamos formar as melhores cabeças para discutir o avanço das ferrovias Brasil afora”, garantiu o governador. O complexo será implantado e mantido com recursos de concessionárias do setor, depositados em um fundo da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). “Não existe nada parecido, já que o sustento será garantido por empresas do ramo. O desenvolvimento que isso trará é inimaginável”, pontuou.

A estrutura ficará no Centro de Convenções de Anápolis, local estratégico sob ponto de vista logístico por estar às margens da BR-060, próximo ao Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia) e da ferrovia Norte-Sul. “Não tem lugar melhor. Aqui não terá só o apoio acadêmico, mas da indústria, que muitas vezes recorre a laboratórios do exterior para fazer seus ensaios. Não será mais preciso, pois vamos trazer essa estrutura para cá”, definiu o ministro Tarcísio de Freitas. “Vamos transformar vidas, desenvolver ciência e tecnologia”, complementou.

O ministro contou que a assinatura do memorando só virou realidade porque Caiado pleiteou a demanda junto ao governo federal. “Não fomos nós que tivemos a ideia de trazer [o Centro de Excelência] para cá, foi ele”, creditou. Em resposta, o governador agradeceu a maneira com que a gestão do presidente Jair Bolsonaro investe na capacidade empreendedora dos goianos. “Nosso reconhecimento pelo quanto ele tem investido no nosso Estado”, resumiu ao citar, como exemplo, a recente concessão da Ferrovia Norte-Sul.

O CETF deve começar a operar ainda neste ano. A criação é fruto da articulação do Governo de Goiás, por meio da Secretaria-Geral da Governadoria (SGG) e da Secretaria de Desenvolvimento e Inovação (Sedi), junto ao Ministério da Infraestrutura. No local serão desenvolvidos testes acelerados e padronização de tecnologia ferroviária, além de treinamentos e de pesquisas científicas.

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.