Anápolis é uma das cidades brasileiras que sedia Festival Paralímpico

“A pandemia dificultou um pouco as coisas. Ver as crianças hoje se divertindo, dançando, fazendo amigos, praticando esporte, é maravilhoso. Só tenho a agradecer a todos os envolvidos”, disse a dona Elizabete Gomes, avó do garoto Michel Gontijo, paratleta que tem 18 anos e que se divertiu no Festival Paralímpico realizado neste sábado, 4, no Ginásio Newton de Faria, em Anápolis.

A Prefeitura proporcionou condições de estrutura e logística, e a cidade recebeu centenas de crianças com deficiência física, visual e intelectual em competições de esgrima em cadeira de rodas, parabadminton e judô. Além de muita diversão e esporte, teve lanche e premiação em medalha para os participantes.

A dona Edilene Ferreira Gomes, mãe do Mateus Henrique Gomes, de 16 anos, falou da ansiedade do garoto em participar do festival. “Ele já foi duas vezes. Estava estudando de forma on-line e ficou muito em casa nesses últimos meses. Hoje ele matou a saudade, gostou muito do badminton”, afirma.

De acordo com a secretária de Integração Social, Esporte e Cultura, Andrea Lins, “o objetivo da gestão é levar esporte, educação, alegria e carinho às crianças, sempre trabalhando com foco na inclusão social”.

Já o diretor municipal de esportes, Kim Abrahão, lembra o trabalho integrado e a estrutura da cidade, condições fundamentais para a escolha de Anápolis como uma das 70 sedes do evento nacional. “Muitos voluntários preparando tudo com muito carinho durante a semana. Já sediamos o evento em 2018 e 2019. Podemos dizer que o festival está no nosso calendário daqui pra frente”, conclui.

O Festival Paralímpico Loterias Caixa 2021 foi realizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), organizado pela Secretaria Municipal de Integração Social, Esporte e Cultura, e contou com apoio da Faculdade Metropolitana de Anápolis (FAMA) e Universidade Evangélica de Goiás (UniEvangélica).

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.