Polícia prende golpistas que causaram prejuízos de R$ 308 mil

A Polícia Civil do Estado de Goiás, Grupo de Repressão a Estelionatos e Outras Fraudes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (GREF/DEIC), com fundamental apoio da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Polícia Civil do Mato Grosso (DRE), cumpriu cinco mandados de prisão temporária em desfavor de golpistas domiciliadas em Cuiabá/MT.

As situações investigadas envolvem fraude popularmente conhecida como “Golpe do Intermediário ou Falso Intermediário”. Este é um dos golpes mais comuns no processo de compra e venda de automóveis. A fraude atinge vendedores e compradores de veículos e tem como engenharia social o seguinte expediente: fraudadores se utilizam de anúncios de terceiros para negociar veículos usados ou seminovos. O objetivo do golpista é clonar anúncios reais e receber o pagamento do comprador interessado no veículo.

No primeiro caso, uma vítima domiciliada em Goiânia, induzida em erro, acreditava estar adquirindo uma caminhonete de luxo e efetuou depósito de R$160 mil (cento e sessenta mil reais), em favor da golpista.

No segundo caso, de maneira muito semelhante, uma vítima domiciliada em Rio Verde/GO, igualmente induzida em erro, sofreu um prejuízo de R$ 138 mil (cento e trinta e oito mil reais), também acreditando adquirir uma caminhonete de luxo.

Já no terceiro e último caso, uma vítima de Crixás/GO perdeu R$ 10 mil.

As suspeitas foram localizadas e presas em Cuiabá/MT. As investigações prosseguem para a identificação dos demais envolvidos.

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.